Untitled Document

Açai

Mundialmente famoso nos dias atuais, o verdadeiro açaí é o do Pará! É uma palmeira que produz frutos de cor roxa que pode ser utilizado em diversas preparações culinárias. No Pará, sua principal forma de consumo é em forma de polpa ou suco concentrado e que você encontra em diversos pontos da cidade de Belém, basta observar uma bandeirinha vermelha escrito “açaí” e lá você encontra essa delícia genuinamente paraense. Tem do “médio” (mais líquido) e tem do grosso (mais papa), o paraense põe farinha de tapioca ou farinha d’água ou toma mesmo sem nada e o degusta junto com o seu almoço. Os ribeirinhos que são os principais fornecedores de açaí para a capital tem o açaí como alimento base de suas principais refeições. Experimente um açaí com peixe frito ou com camarão. Você não irá se arrepender e vai se sentir um verdadeiro “papa-chibé” (paraense).

Caruru

Sempre encontrado nas barraquinhas de comidas típicas do Pará, o caruru é um prato quente feito com quiabo, camarões secos, tempero verde(chicória, cheiro verde), farinha fina, azeite de dendê. Após fervido o quiabo, o tempero verde e os camarões na água, acrescenta-se farinha aos poucos até formar um pirão. Em seguida coloca-se mais quiabos cortados em rodelas, camarão refogado com temperos a gosto e o azeite de dendê. Geralmente é acompanhado de arroz branco ou de farinha d’água..

Chibé

É uma espécie de caldo ou mingau com um sabor levemente ácido composto de farinha de mandioca e água. Pode ser acompanhado de pimenta e outros temperos a gosto. A etimologia da palavra CHIBÉ vem do vocabulário tupí Che – eu,meu – e Ibe ou Tibe – caldo..

Maniçoba

Também faz parte dos pratos que não podem faltar no Natal dos Paraenses. A maniçoba é um prato bem diferente e que demora, no mínimo, quatro dias para ficar pronto. Essa demora se deve ao ácido cianídrico presente na maniva (folha da mandioca brava), ingrediente principal da preparação. Após o cozimento são adicionados os mesmos ingredientes de uma feijoada: charque, toucinho, bucho, mocotó, orelha, pé e costelas salgadas de porco, chouriço, linguiça e paio. Pode ser acompanhado de arroz branco e/ou farinha d’água.

Pato no Tucupi

Este prato é tradicional no almoço do Círio dos paraenses. Trata-se de carne de pato embebida no molho de tucupi com jambú. O tucupi é um caldo amarelo extraído da mandioca. O pato é assado de forno e depois incluído no caldo. O jambú é uma hortaliça típica da região norte que é cozida e adicionada ao tucupi. Essa hortaliça tem o poder de fazer os lábios tremerem, uma sensação bem diferente e deliciosa! Todos os ingredientes são levados à fervura para incorporar os sabores. Pode ser acompanhado de arroz branco ou farinha de mandioca e uma pimentinha de cheiro pra finalizar. Não hesite em experimentar!

Sorvetes Regionais

Se tiver oportunidade, não deixe de experimentar os sorvetes feitos com frutas e ingredientes típicos da região. Você não irá encontrar esses sabores em nenhum outro lugar. Experimente os sabores de:Cupuaçu, Bacuri, Muruci, Uxi, Tapioca,Açaí, entre outros.

Tacacá

Depois da tradicional chuva da tarde, o tacacá é uma ótima pedida. É um caldoservido em cuias pelas tacacazeiras das esquinas de Belém. Neste caldo temos o tucupi bem quente, goma de tapioca cozida, jambú cozido e camarão seco. E para quem gosta de um sabor mais quente acrescente pimenta de cheiro. Apesar do calor da cidade o tacacá é indispensável e irresistível.

Vatapá

O vatapá paraense não leva peixe, nem castanha de caju, nem amendoim.Os ingredientes básicos são camarões secos, farinha de trigo ou de arroz, leite de coco e azeite de dendê. Dos camarões secos se tira as cabeças e cascas e reserva o corpo. As cabeças e cascas são fervidas com alguns temperos aromáticos (cheiro verde, chicória, alho) para gerar um caldo base no preparo do vatapá. Em seguida as cabeças e cascas são retiradas ficando apenas o caldo onde é adicionada a farinha até formar um mingau consistente, acrescenta-se leite de coco, azeite de dendê e os camarões. Esta delícia pode ser acompanhada de arroz branco, jambú e pimenta de cheiro.